Millennium - Os homens que não amavam as mulheres.

19 de mai de 2015
Oie!!
Ontem tive um tempinho de folga e resolvi ver um filme que estava na minha lista a muito tempo mas ainda não tinha tido tempo nem coragem de assistir e até agra não sei porque demorei tanto para assistir, pois eu amei!

A temática do filme chega a ser pesada, o enredo é bem forte e os personagens são excelentes!
O começo da história há algumas coisas paralelas, Mikael é um jornalista que teve que pagar uma fiança das boas para não ser preso por ter publicado uma matéria falsa (isso que dá confiar em fontes anônimas), após isso ele recebe um convite de  Henrik para tentar resolver um caso muito antigo, sua sobrinha Harriet desapareceu e continua perdida há 36 anos, mas ainda assim ele continua recebendo presentes de aniversário que só ela dava, em troca Henrik prometeu dar informações sobre o cara que o sabotou no jornal.
Lisbeth, é uma ótima detetive, racker e afins... antes de Mikael ser contratado por Henrik, o mesmo pediu a ela que investigasse a vida do jornalista para ver onde estava se metendo... Além de talentosa, ela é uma menina que já sofreu demais, fisicamente e psicologicamente, mas consegue passar por cima e mostra ótimos desempenhos durante o filme.
Com dificuldades para achar algumas respostas do caso Harriet, Mikael solicita a ajuda de uma detetive e é ai que Lisbeth entra na sua vida... Os dois começam a trabalhar juntos no caso e descobrem que nem todos os homens amam as mulheres...

O filme é baseado no livro, são 3 livros, ainda não li mas depois de assistir o filme fiquei morrendo de vontade de ler e é isso que irei fazer, portanto ainda não posso comparar a história e não posso dizer se chega a ser fiel ou não.
Mas... Confesso que gostei do filme, tem um início bem chocante e polêmico, o enredo continua sendo cada vez mais polêmico e o final acalma, um desfecho ótimo, compreensivo, não restaram duvidas.
O figuro é incrível, descreve a personalidade de cada personagem.
Adorei a atriz Rooney Mara, que interpreta Lisbeth, ela encarna bem a personagem, durona, porém mais fechada.
Recomendo super, é um misto de emoções, muita raiva, medo, alegria, tudo misturado, fica dica.

Amores, espero que tenham gostado, assistam porque vale mesmo a pena, deixarei o trailer para vocês assistirem e espero que desperte a curiosidade de vocês ;)


0 comentários:

Postar um comentário

 
© Biblioteca do coração - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda. Se inscrevam clicando aqui
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo