Histórias Cruzadas.

7 de jul de 2015
Oie!!!
Para curtir esse friozinho, com uma pequena folguinha, nada melhor do que filme com muitaaaaa pipoca!!!
E o filme da vez foi Histórias Cruzadas, já queria ver fazia um tempinho e passeando pela Netflix eu o encontrei e resolvi assistir... (chorei muito haha).


Eitaaaaa filminho bom viu?! 
Com a nossa queridinha, linda, maravilhosa e perfeita da Emma Stone, o filme vai contar a história das mulheres e homens negros que sofriam grandes preconceitos nos Estados Unidos, a história se passa nos anos 60 na cidade de Jackson, Mississipi. A  jovem Eugenia Skeeter sonha em ser uma grande jornalista ou escrito, talvez os dois, ao voltar para a cidade de Jackson arranja um emprego sando dicas de limpeza em uma coluna do jornal local, como não entende muito do assunto ela acaba pedindo ajuda da empregada Aibileen. Ao conviver alguns dias com Aibillen, Skeeter percebe como os negros são tratados pela sociedade e principalmente pela suas amigas de infância, elas estão destinadas desde pequenas a cuidaram dos filhos dos brancos, serem empregadas e ganharem 5 centavos por hora trabalhada, elas praticamente são mães dos pequenos de quem cuidam e são tratadas iguais a lixos, com banheiros separados para os brancos não pegarem doenças! 
Achando tudo isso um grande absurdo, Skeeter tem a ideia de escrever um livro contando como é a vida das empregadas negras na cidade de Jackson e com isso ela conta com a ajuda da incrível Aibillen e a engraçadíssima Minny, que contam histórias tristes e engraçadas que viveram durantes seus trabalhos!


Nem preciso dizer que amei as roupas né?? Anos 60 é aquele luxo de roupas lindas e estilos incríveis, portanto os figurinos foram de babar, amei, amei tudinho!!!
O cenário é algo simples mas que também te transporta para os anos 60, os cabelos das atrizes com penteados marcados, carros da época, tudo impecável e sem falhas (no meu ponto de vista).


Como eu confessei no começo do post, chorei muito, não conseguia imaginar que as coisas eram tão ruins assim, que o ser humano era capaz de coisas horríveis! Mas sabemos que o preconceito ainda não foi totalmente vencido, apesar de coisas piores já terem acabado, como a escravidão (não totalmente né?) e outras humilhações as quais os negros passavam, ainda existem pessoas intolerantes nesse mundo e um grande exemplo disso foi o que aconteceu semana passada com a maravilhosa jornalista Maju, que foi ofendida pelos internautas.
Pois bem, que esse filme fique de lição para muitos e espero que todos vocês possam assistir pois vale muito a pena!



Beijos,
Lua.


0 comentários:

Postar um comentário

 
© Biblioteca do coração - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda. Se inscrevam clicando aqui
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo