GIRLS WITH ATTITUDE: J.K ROWLING

28 de out de 2016

Para encerrar o especial de Outubro Rosa, não falarei de uma personagem dos quadrinhos ou dos livros e muito menos das telonas. Ela está diretamente ligada ao mundo do livros e é, muito provavelmente, a mulher de mais atitude de toda a série. Mas isso se deve pelo fato dela ser alguém do mundo real e ter ultrapassado diversas barreiras, dentre elas o preconceito e certas questões financeiras. Hoje ela é um dos grandes ídolos da “comunidade geek/nerd”, além de uma das mais importantes escritoras da atualidade. A última “girl with attitude” é Joanne Rowling, mais conhecida como J. K. Rowling.



Joanne Rowling nasceu em 31 de julho de 1965, em Yate, Inglaterra. Joanne sempre teve um gosto pela leitura e pela escrita, escrevendo desde cedo sobre mundos de fantasia. Escreveu seu primeiro livro com apenas 6 anos, em 1971. Rabbit era um livro infantil que contava sobre um coelho chamado Rabbit com sarampo. Após se formar, mudou-se para Londres, trabalhando como pesquisadora, época na qual vieram as primeiras ideias sobre a saga Harry Potter. A série começou a ser escrita de fato durante uma mudança de Joanne para Manchester, com a inspiração vindo durante a viajem de trem. Nesse mesmo período, J.K. perdeu sua mãe, que sofria de esclerose múltipla haviam quase dez anos.            Joanne foi criando todo o universo mágico durante seu período no Reino Unido, em seguida mudando-se para o Porto, em Portugal.

Jessica Isabel Rowling Arantes
J.K. casou-se com o jornalista português Jorge Arantes, com o qual teve sua filha Jessica. Pouco mais de 13 meses juntos e o casal se separou, ainda sem o divórcio, em novembro de 1993, o que envolvia agressões de Arantes a Rowling, além de uma falta de química do casal. Joanne voltou ao Reino Unido, agora morando em Edimburgo, Escócia. Neste período, a escritora foi diagnosticada com depressão clínica. A britânica se via desempregada, sem dinheiro, divorciada e com a filha de colo, chegando a pensar em suicídio. O ápice se deu quando seu ex-marido apareceu em Edimburgo querendo leva-la, junto de sua filha, de volta a Portugal. Rowling obteve uma ordem de restrição, mandando o português de volta à sua terra natal. Em 1994, enfim veio o divórcio de forma oficial.


Em 1995, enquanto fazia um curso de formação para professores e “vivia” de benefícios estatais, Rowling escrevia em diversos cafés da cidade, pois passear era a melhor forma de fazer a filha dormir. Nesse período, Jo passou a frequentar a Exeter University, passando pelos cursos de Francês e Línguas Clássicas. A impressão era que sua vida começava a se acertar, mas o fato de diversas editoras recusarem seu livro mantinha a preocupação viva. Após rodar, o livro chegou à Editora Bloomsbury, mais especificamente a Barry Cunningham, coordenador da então recém criada divisão infantil, resolvendo publicar o manuscrito de Joanne Rowling. Devido ao preconceito da época, Cunningham sugeriu que Rowling criasse um pseudônimo que não indicassem que o livro fosse escrito por uma mulher, quando surgiu J.K. Rowling. O K vem de Kathleen, homenagem à sua avó Kathleen Ada Bulgen Rowling.


Enquanto o livro não era publicado, Joanne trabalhava como professora de francês na Academia de Leith, conseguindo uma boa estabilidade financeira, tanto que a escritora sequer planejava se sustentar de seus livros. Logo em seu lançamento, Harry Potter e a Pedra Filosofal foi um sucesso, mantendo até hoje o crescimento da franquia e de todo o universo mágico. Joanne casou-se novamente em 2001, com o anestesista Neil Michael Murray, com quem teve mais dois filhos e segue casada até hoje, atendendo pelo nome de casada Joanne Murray. O casal mora em Edimburgo, Escócia, e a fortuna de JK é avaliada em cerca de 13 milhões de libras esterlinas, pouco mais de R$50 milhões. Em 2011, foi lançado o filme Magia Além das Palavras, produção independente que conta a biografia de J. K. Rowling.

4 comentários:

  1. Oie, tudo boom?
    AHHHHH J.K é uma diva mesmo <3 A história é um exemplo para nós meninas seguirmos, quando vi aquele filme dela na Netflix meu sonho em um dia poder ser alguém e me sustentar sozinha aumentou muito mais.
    Amei saber um pouco mais sobre ele, ela é realmente uma girl power. :D

    Sessão Proibida †

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela é tão guerreira que não poderia ficar de fora do nosso especial de mulheres incríveis. Ela é, realmente, uma inspiração pra muita gente!

      Excluir
  2. O que dizer dessa mulher que é minha musa inspiradora?
    Amo todo o universo que ela criou através dos seus livros ♥ Amei o post, ficou incrível!Fecharam a serie com chave de ouro ♥
    Beijoo
    Blo- www.estacaonoventae7.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com toda a certeza fechamos com chave de ouro, ficou incrível!

      Obrigada!

      Excluir

 
© Biblioteca do coração - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda. Se inscrevam clicando aqui
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo